Arquivo da tag: fotografia

devaneios azuis

minha vida é impregnada de memórias. meu olhar reservou um acervo gigantesco de imagens. não há palavras para dizer delas, elas não exprimem o que eu vejo. nem que eu junte todas as palavras que aprendi não conseguirei descrever o turbilhão de ideias que guardo a cada momento que contemplo.

minha loucura interior é resguardada pela minha observação e pela constatação absoluta de que minhas opiniões não mudam nada. o silencio de minha voz se volta pra dentro. prefiro falar com os olhos. ignorantemente mudo de palavras.

casa é marca

casa é marca. marca que demarca sentidos, referências e recordações. marca que registra origem, inicio, começo, inauguração de vida.
ninguém me perguntou onde eu queria nascer, nasci apenas. entrei sorrateiramente na casa das pessoas, aos choros e berros e passei a ocupar um lugar. passei a dar sentido a momentos, a espaços, a situações.sentidos que ficaram latentes e guardados secretamente em meu interior para sempre.por vezes eles ressuscitam de seus refúgios trazendo de volta partes perdidas que se juntam, épocas remotas que se reconstituem, pessoas desaparecidas que são recordadas. subitamente o tempo parece que para, tudo parece intacto. cores, texturas, formas, apenas o desgaste pelos anos que passaram deixam pistas do que já foi perdido para sempre, mas o sentido, esse sim, permanece comigo assoprando os pós da memória e trazendo pra agora um passado guardado.

Continuar lendo